top of page

Prisioneiro

Há lá fora um sol tremendo

árvores e brilhos especiais

vontade de flanar

amar

na manhã que passa

alheia a tudo que criamos

para elidir esse momento.


Estudar

trabalhar

preocupar-se com o dinheiro

a fome

a peste

a carestia...


Tudo o que inventamos

à guiza de civilizados.


Enquanto o que é belo

só o prelo perpetua

na voz do poeta

que grita.


Poucos ouvem!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tempo

O tempo joga contra ou a favor de mim. Contra quando é curto pra tudo o que espero: se esvai num minuto. A favor quando se trai por ser quem é: passageiro! O tempo não pára seja bom seja ruim. Por iss

Comments


bottom of page